Missão, Visão e Valores

Centro Cultural de Amarante

Maria Amélia Laranjeira

MISSÃO

A missão do Conservatório é formar para a empatia, fomentar para a participação, capacitar para a valorização. Num ambiente colaborativo em constante articulação com o envolvente, o Conservatório pretende desenvolver ferramentas e modelos pedagógicos ajustados às necessidades e os interesses dos alunos, bem como promover a diversidade cultural e social para uma maior integração e coesão social. O modelo pedagógico dinâmico, humanista e construtivista, deverá promover o desenvolvimento das competências para a formação pessoal, através do ensino da música enquanto educador social.

É nossa missão prestar um serviço educativo que promova o desenvolvimento pleno e harmonioso da personalidade das crianças e jovens, contribuindo para a formação de cidadãos livres, responsáveis, autónomos, solidários e que valorizem a dimensão humana do trabalho potenciando a sua integração plena na sociedade.

Pretende-se que através das práticas pedagógicas e da inovação curricular sejamos capazes de responder às necessidades da comunidade envolvente e às exigências do mundo atual e, assim, preparar e qualificar os alunos para ingressarem na vida ativa ou para prosseguirem os seus estudos, munindo-os de capacidades que garantam não só a sua empregabilidade, mas acima de tudo uma disponibilidade para a aprendizagem ao longo da vida.

target200
VISÃO

O Conservatório trabalhará para ser reconhecido como organização de referência nas relações com a comunidade onde se insere, no combate ao insucesso e ao abandono escolar e na promoção de uma cultura de esforço e exigência, de valores e de princípios de justiça, igualdade, respeito pela diferença e solidariedade. Confiamos no papel fundamental que devemos exercer na formação de cidadãos com espírito crítico, reflexivo e democrático, pelo que temos como princípio o exemplo da nossa equipa como estruturante na missão.

A nossa visão reitera a colaboração como o elemento mais transversal e fundamental para implementação de todo um projeto educativo. É de nossa convicção que só é possível a organização de dinâmicas de mudança através das aprendizagens significativas. O Conservatório de Música e Dança do Centro Cultural de Amarante, enquanto ator de promoção educativa, formativa e sociocultural, é um reflexo da sua localização, da sua mais-valia territorial e do diálogo com a sociedade local. Através dos demais projetos articulados com as escolas e jardins de infância, autarquia local, associações recreativas e de desporto, redes sociais do município, pais e outros agentes educativos, o Conservatório de Música e Dança do C.C.A- contribui ativamente para a coesão social e territorial com projetos de proximidade e convergência.

As aprendizagens curriculares e extracurriculares, para além dos conteúdos programáticos, são matéria potenciadora dessa aprendizagem. O Conservatório tem o privilégio de conviver no espaço C.C.A. (Centro Cultural de Amarante) que lhe permite dinâmicas de ação, interação e representação, mais alargadas com a comunidade.

mi200
VALORES

O Conservatório de Música e Dança do Centro Cultural de Amarante, enquanto ator de promoção educativa, formativa e sociocultural, é um reflexo da sua localização, da sua mais-valia territorial e do diálogo com a sociedade local. Através dos demais projetos articulados com as escolas e jardins de infância, autarquia local, associações recreativas e de desporto, redes sociais do município, pais e outros agentes educativos, o Conservatório de Musica e Dança do C.C.A. contribui ativamente para a coesão social e territorial com projetos de proximidade e convergência.

Os valores que regem e fortalecem estas relações democráticas são os implicados na educação para a cidadania que promovem a diversidade do indivíduo e do grupo, desejando construir uma identidade cada vez mais atenta, ativa e solidária. Dos inúmeros fenómenos sociológicos com que a Escola passou a interagir, emergiu um novo conceito educacional que envolve acrescidas competências no sentido de promover e assegurar um desenvolvimento harmonioso dos alunos.

Respeitando as diferenças, apaziguando as assimetrias, desenvolvendo metodologias pedagógicas dinâmicas capazes de dar resposta à diversidade com coerência, clareza e unidade de ação. Nesse sentido o projeto educativo jamais poderá ser encarado como um normativo estático, ou a escola um subsistema fechado, mas sim um instrumento de ação, reflexão e investigação que visa interpelar e mobilizar todos os agentes educativos.

É sobre este conceito alargado de Escola que está para além da dimensão dos saberes, passando a abarcar todas as dimensões do ser, do formar-se, do transformar-se para o decidir, intervir e conviver, em comunidade, que se desenham as possibilidades do projeto educativo. Destacando as estratégias para o maior e crescente envolvimento dos interlocutores do processo educativo, consagrando valores, princípios, metas e estratégias, modelos organizacionais coerentes, sempre em estreito diálogo com a realidade sociológica em que se recorta e o determina.

200