Inventa 21/22 – Filandorra Teatro do Nordeste no CCA

Inventa 21/22 – Filandorra Teatro do Nordeste no CCA

ESCRITA EM CENA

O teatro e as artes performativas constituem um recurso por excelência para a valorização da literatura. Sob o mote Escrita em Cena, este ciclo do Festival Inventa desafia quatro companhias artísticas ligadas à região do Douro, Tâmega e Sousa a levarem ao palco quatro espetáculos originais, num total de 28 apresentações.

A Astro Fingido, a Filandorra – Teatro do Nordeste, a Jangada Teatro e o Teatro do Montemuro, com a participação de atores amadores dos 12 concelhos da região, revisitam a vida e a obra literária de Daniel Faria, Teixeira de Pascoaes, Leonardo Coimbra e Soeiro Pereira Gomes.

Todos os espetáculos são de entrada livre, decorrendo sem reserva prévia de lugares.

Sinopse
Filandorra – Teatro do Nordeste, Marânus… a lírica aventura da alma solitária de Pascoaes [M/12] Com base em excertos de _Marânus_, de Teixeira de Pascoaes (1877-1952),
este espetáculo evoca o “panteísmo de Pascoaes”, a “lírica aventura da alma solitária” extasiada diante da Natureza transtornada pelo desejo e culminando num “canto único onde o inferno e o paraíso de que somos feitos misturam o seu fogo e a sua água eternos”. O fio condutor assenta na personagem de Teixeira de Pascoaes que dialoga com as “figuras” que fizeram parte da sua vida do nascimento até à morte – a família (pai, mãe, sobrinhos…), os amigos do tempo de escola e universidade, os amores e desamores, e a eterna Eleanor… a partir do seu próprio testemunho expresso na sua prosa e poesia.
Este projeto cénico tem configuração de uma instalação poética/dramática onde a componente plástica, metaforicamente materializada num grande manto/véu/serra que configura um espaço de
encontro entre a poesia dramatizada de Pascoaes “dita” pela voz e corpo dos atores numa empatia com os espetadores presentes.

Partilhar no facebook